LIUBA

1923, Sofia, Bulgária
2005, São Paulo, Brasil

LIUBA desenvolveu em seu trabalho uma pesquisa atenciosa sobre o repertório formal dos mundos animal e vegetal e de culturas ancestrais, especialmente as sul-americanas. De 1944 a 1949 estudou com a escultora francesa Germaine Richier, primeiro na Suíça e depois em Paris, onde passou a viver e trabalhar. Em 1949 estabeleceu seu ateliê em São Paulo, mas foi só a partir de 1958 que decidiu viver entre São Paulo e Paris. Participou ativamente do circuito de arte brasileiro, sendo premiada na VII Bienal de São Paulo, em 1963 e integrando também as VIII, IX e XIII edições. Entre as décadas de 1970 e 1980 fez parte de seis edições do Panorama da Arte Brasileira realizado pelo Museu de Arte Moderna de São Paulo. Suas peças evidenciam uma lógica construtiva por meio da articulação entre cheios e vazios, contornos e ritmos, linhas e forças, explorando formas angulosas e enérgicas. O bestiário que construiu ao longo de sua produção carrega um sentido não somente mágico, como também trágico. O grande interesse que tinha a artista pela aproximação de suas esculturas à arquitetura pôde ser reconhecido em 1965, com sua individual no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Seus “animais” foram dispostos nos jardins do museu, de modo que pudessem dialogar tanto com o prédio, quanto com a área verde, “retornando”, enfim àquele que parecia ser o seu habitat natural.

Suas obras integram importantes coleções públicas internacionais como a do Fond National d’Art Contemporain de Paris, do Museu de Saint-Paul de Vence na França, do Kunsthalle de Nuremberg na Alemanha, do Hakone Open Air Museum no Japão e do Musée de La Sculpture en Plein Air de La Ville de Paris; e integram também importantes coleções públicas nacionais como a do Museu de Arte Moderna de São Paulo, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Coleção da Bienal de São Paulo e do Museu do Artista Brasileiro em Brasília, DF.

exposições individuais

2019
Liuba. Galeria Marcelo Guarnieri, São Paulo, Brasil

2016
Liuba – esculturas e relevos. Museu Lasar Segall, São Paulo, Brasil
Liuba. Galeria Marcelo Guarnieri, Rio de Janeiro, Brasil

2014
Liuba. Galeria Marcelo Guarnieri, São Paulo, Brasil

2002
Liuba: Sculpture. Achim Moeller Fine Art, New York

1996
Esculturas Relevos Desenhos Jóias 1963/1996. Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil

1991
Achim Moeller Fine Art. Salon de Mars, Paris, França

1989
Liuba: Twenty-Six Years of Sculpture. Achim Moeller Fine Art, New York, USA

1985
Hakone Open-Air Museum, Japão

1979
Galerie Hervé Odermatt, Paris, França

1972
Achim Moeller Ltd., Londres, UK

1971
Galeria Documenta, São Paulo, Brasil

1970
Galerie Cavalero. Cannes, França

1968
Museu de Saint Paul de Vence, França

1967
Museu Nacional de Arte Moderna de Paris, França

1966
Galleria Astreia, São Paulo, Brasil

1965
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil

1962
Galeria São Luiz. São Paulo, Brasil

1959
Galeria Ambiente. São Paulo, Brasil

1953
Galerie Dina Verny. Paris, França

1950
Galeria Domus, São Paulo, Brasil

exposições coletivas

2018
Quimera. Museu da República – Palácio do Catete, Rio de Janeiro, Brasil

2017
Bestiário. CCSP – Centro Cultural São Paulo, Brasil

2016
Liuba e Amigos. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil

2014
Contínuo. Galeria Marcelo Guarnieri, São Paulo e Ribeirão Preto, Brasil

1999-2001
Achim Moeller Fine Art, The Art Show. New York, USA
Achim Moeller Fine Art, Basel Art Fair. Basel, Suíça

1997-98
Achim Moeller Fine Art, The Art Show. New York, USA

1995
Achim Moeller Fine Art, Salon des Beaux-Arts. Paris, França

1988
Second Rodin Grand Prix-Exhibition. Hanoke Open-Air Museum, Japão

1987
Paulistas à Brasilia. Museu do Artista Brasileiro, Brasilia, Brasil

1985
Panorama da Escultura Brasileira. Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil

1984
Tradição e Ruptura. Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Brasil

1983
Cent Artistes de l’Amérique Latine. Compiègne, França

1982
Tour d’y Voir. Galerie Bellechase, Paris, França
Panorama da Escultura Brasileira. Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil

1981
13ª International Bronzetto Biennial. Padova, Itália
Deuxième Triennale Internationale de Sculpture. Grand Palais, Paris, França

1980
Musée de la Sculpture en Plein Air de la Ville de Paris (Quai Saint-Bernard)

1979
12ª International Bronzetto Biennial. Padova, Itália
Panorama da Escultura Brasileira. Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil

1976
Panorama da Escultura Brasileira. Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil

1973
Sala Brasilia. XII Bienal Internacional de São Paulo, Brasil
Panorama da Escultura Brasileira. Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
Château de Tremblay. Centre National d’Art Contemporain, Tremblay, France

1971
École de Paris. Skulptur’s Gallery, Paris, França

1970
Panorama da Escultura Brasileira. Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil

1969
Salon Comparaison. Grand Palais, Paris, França

1968
Châteu-Musée du Haut de Cagnes. França

1967
Bienal Internacional de São Paulo, Brasil
Artistes Latino-Américains. Musée Nation d’Art Moderne, Paris, França

1966
Salon Comparaison. Grand Palais, Paris, França
Alwin Gallery. Londres, UK

1965
Bienal Internacional de São Paulo, Brasil
Musée Nation d’Art Moderne. Paris, França
Artistes Latino-Américains. Salon Comparaison, Grand Palais, Paris, França
Galeria dos 4 Planetas. São Paulo, Brasil

1964-79
Salon de la Jeune Sculpture. Paris, França

1964
The Face and the Work. Galeria Ibeu, Rio de Janeiro, Brasil

1963
VII Bienal Internacional de São Paulo, Brasil (prêmio aquisição)
Salão Nacional de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
Galerie du XXè Siècle. Paris, França
Galerie L’Oeuil de Boeuf. Paris, França
Galerie Flinker. Paris, França

1962
Salão Nacional de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil (prêmio aquisição)
Carrara Biennale. Carrara, Itália
The Portrait. Galeria Ibeu, Rio de Janeiro, Brasil

1947-57
Salon d’Automne. Paris, França (prix de Sociétaire du Salon d’Automne)

obras em acervos de museus e instituições culturais

Fond National d’Art Contemporain, Paris, França
Museu de Saint Paul de Vence, França
Kunsthalle, Nuremberg, Alemanha
Hakone Open Air Museum, Japão
Musée de la Sculpture en Plein Air de la Ville de Paris
Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil
Coleção da Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil
Museu do Artista Brasileiro, Brasília, Brasil

prêmios

1963
VII Bienal Internacional de São Paulo, Brasil (prêmio aquisição)

1962
Salão Nacional de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil (prêmio aquisição)

1947-57
Salon d’Automne. Paris, França (prix de Sociétaire du Salon d’Automne)

gmc_aliceshintaniLIUBA: cv