carlos fajardo

1941, São Paulo, Brasil
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil

Carlos Fajardo vem investigando, desde fins da década de 1960, as relações entre luz, matéria, corpo, superfície, tempo e espaço. Embora seu trabalho tenha se transformado ao longo dos anos, o desenho sempre foi uma questão de profundo interesse para Fajardo. Inicialmente associado a uma ideia de figuração, passou a ser utilizado como um modo de elaborar raciocínios visuais. O desenho abandona a representação e adota sua vocação construtiva, permitindo ao artista explorar não só a superfície em si, mas as associações entre superfícies no espaço. Além do artista, cabe ao observador um papel fundamental na construção dos significados das obras, já que é por meio de seu corpo e de sua presença que pode sentí-las e escolher a maneira mais interessante de relacionar-se com elas.

Sua obra tem uma presença relevante no panorama da arte brasileira assim como sua atuação de mais de 40 anos como professor. Ao longo de sua carreira, participou de diversas exposições importantes no Brasil e no exterior, dentre as quais Jovem Arte Contemporânea, no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), em 1967, organizada por Walter Zanini. Participou das 9ª, 16ª, 19ª, 25ª e 29ª edições da Bienal de São Paulo, respectivamente em 1967, 1981, 1987, 2001 e 2010. Representou o Brasil na Bienal de Veneza em 1978 e em 1993. Em 2018, Fajardo participou das exposições “Caixa Preta”, na Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil; “Rejuvenesça! uma mostra-manifesto”, na Casa do Povo, São Paulo, Brasil e apresentou a individual “Diáfano – Reflexos, transparências e opacidade na obra de Carlos Fajardo”, no Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil.

exposições individuais

2018
Diáfano – Reflexos, transparências e opacidade na obra de Carlos Fajardo, Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Paraná

2018
Dentro. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil

2017
Espelho no espelho. Instituto Ling, Porto Alegre, Brasil

2014
No aberto. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

2012
No Meio do Vão. SESC Belenzinho, São Paulo, Brasil

2011
Tênue. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

2010
Cinema Mudo. Baró Galeria, São Paulo, Brasil

2009
Individual 1. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil

2003
Poética da Distância. Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo; Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador; Museu de Arte Moderna do Rio Janeiro, Rio de Janeiro; Centro de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro; Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhãoes, Recife; Museu de Arte do Rio Grande do Sul Aldo Malagoli, Porto Alegre, Brasil
Fajardo. Dan Galeria, São Paulo, Brasil

2000
Esculturas. Galeria Millan, São Paulo, Brasil

1999
Fajardo. Galeria de Arte e Pesquisa do Centro de Arte / Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Brasil

1998
Poéticas Visuais: A Profundidade e a Superfície. Paço das Artes, São Paulo, Brasil

1997
Fajardo. A.S Studio, São Paulo, Brasil

1996
Objetos Direto. Galeria Paulo Fernandes, Rio de Janeiro, Brasil

1992
Fajardo. Galeria Millan, São Paulo, Brasil
Fajardo. Projeto Arte Brasileira Contemporânea. Casa de Cultura Mario Quintana, Porto Alegre, Brasil
Fajardo. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Pelotas, Brasil
Esculturas. Centro de Estudos Brasileiros – Embaixada do Brasil, Assunção, Paraguai

1991
Carlos Fajardo: esculturas. Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil
Fajardo. Capela do Morumbi, São Paulo, Brasil

1989
Fajardo. Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

1988
Fajardo. Galeria Usina Arte Contemporânea, Vitória, Brasil

1987
Ciclo de Esculturas. Galeria Sérgio Milliet / Funarte, Rio de Janeiro, Brasil

1984
Pintura. Galeria de Arte da Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, Brasil
Fajardo. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
Fajardo. Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Brasil
Escultura. Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

1983
Carlos Fajardo. Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil

1980
Fotografia, Xerox, Desenho – Carlos Fajardo. Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil
Gravuras. Galeria Universo, São Paulo, Brasil

1978
Pinturas. Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil

exposições coletivas

2019
Redirección. aarea (45 Salón Nacional de Artistas de Bogotá), Bogotá, Colômbia
Construções e geometrias – Coleções no MuBE: Dulce e João Carlos Figueiredo Ferraz. Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia (MuBE), São Paulo, Brasil
Com Título e Sem Título, Técnicas e Dimensões Variadas – Museu Oscar Niemeyer, Aquisições e Doações Recentes. Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil
Os anos em que vivemos em perigo. MAM – Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
Ateliê de Gravura: da tradição à experimentação. Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil
Abertura 1980. Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil

2018
Caixa Preta. Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil
Rejuvenesça! uma mostra-manifesto. Casa do Povo, São Paulo, Brasil

2017
In memoriam. Caixa Cultural, Rio de Janeiro, Brasil.
Modos de Ver o Brasil: Itaú Cultural 30 Anos. OCA, São Paulo, Brasil.

2016
Transparência e Reflexo. Museu Brasileiro da Escultura, São Paulo, Brasil

2015
Into The Light. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

2013
Luz e Sombra. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

2012
Obras do Acervo. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil
A revolução tem que ser feita pouco a pouco – Parte 4: A revolução. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

2011
Olhar em deslize. Galeria Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

2010
TEKHNE. Museu de Arte Brasileira da FAAP. São Paulo, Brasil

2007
En Construcción. Espacio Arte Actual FLASCO, Quito, Equador
Anos arte como questão. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil
IX Bienal Internacional de Cuenca. Bienal Internacional de Cuenca, Equador

2006
Clube de Gravura – 20 anos. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
Doações/Aquisições 2005. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil

2005
O Fluído. Galeria Marília Razuk, São Paulo, Brasil
Exposições maio 05. Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo, Brasil

2004
Arte Contemporânea no Acervo Municipal. Centro Cultural São Paulo, Brasil
Poética do Espaço na Arte Brasileira. Museu Vale, Vila Velha, Brasil

2003
Ver de Novo/Ver o Novo. Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brasil
Grupo Rex/Escola Brasil. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
Estética do Fluido. Espaço Museu de Arte Moderna – Villa-Lobos, São Paulo, Brasil
MAC USP 40 Anos: interfaces contemporâneas. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil
Meus Amigos. Espaço Museu de Arte Moderna – Villa-Lobos, São Paulo, Brasil

2002
Caminhos do Contemporâneo 1952-2002. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
25ª Bienal Internacional de São Paulo – sala especial. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
4ª Arte/cidade zona leste. Sesc Belenzinho, São Paulo, Brasil
Ópera Aberta. Casa das Rosas, São Paulo, Brasil

2001
1º Salão Nacional de Arte de Goiás. Flamboyant Shopping Center, Goiânia, Brasil
O Espírito de Nossa Época. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
Anos 70: Trajetórias. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
O Espírito de Nossa Época. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
Trajetória da Luz Arte Brasileira. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil

2000
12ª Mostra da Gravura Cidade de Curitiba. Marcas do Corpo, Dobras da Alma. Curitiba, Brasil
Mostra Itinerante do Acervo do Museu de Arte Contemporânea. Centro Universitário Feevale, Novo Hamburgo, Brasil
Situações: arte brasileira – anos 70. Fundação Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil
Brasil + 500 Mostra do Redescobrimento. Arte Contemporânea, Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
Obra Nova. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil

1999
Cotidiano/Arte. A Técnica – Máquinas de Arte. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
Heranças Contemporâneas III. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil
Território Expandido. Sesc Pompéia, São Paulo, Brasil

1998
25º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte. Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, Brasil
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX. Itaú Cultural, Belo Horizonte, Brasil
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX. Itaú galeria, Brasília, Brasil
3ª Bienal Barro de América. Centro de Arte de Maracaibo Lia Bermúdez, Maracaibo, Venezuela
25º Panorama de Arte Brasileira. Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX. Itaú galeria, Penápolis, Brasil
25º Panorama de Arte Brasileira. Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Recife, Brasil
16º Salão Nacional de Artes Plásticas – artista convidado Funarte
25º Panorama de Arte Brasileira. Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil
24ª Bienal Internacional de São Paulo. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
Década de Setenta. Galeria de Arte de São Paulo, Brasil
Fronteiras. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
Navegar é Preciso. Centro Cultural São Paulo, Brasil
Bienal Barro de América Roberto Guevara. Memorial da América Latina, São Paulo, Brasil
Bienal Barro de América. Centro de Arte de Maracaibo Lia Bermúdez, Maracaibo, Venezuela

1997
25º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte, Belo Horizonte, Brasil
Festival de Verão da UFES. Espírito Santo, Brasil
1ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul. Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Porto Alegre, Brasil
Vertente Construtiva e Design. Espaço Cultural ULBRA, Porto Alegre, Brasil
25º Panorama de Arte Brasileira. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
2ª Mostra Nacional de Vitrines. Morumbi Shopping, São Paulo, Brasil
Ao Cubo. Paço das Artes, São Paulo, Brasil
Arte em Movimento: oficinas interativas. Sesc/Pompéia, São Paulo, Brasil
Diversidade da Escultura Contemporânea Brasileira. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX. Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
United Artists III – Luz. Casa das Rosas, São Paulo, Brasil

1996
5ª Semana de Arte de Londrina. Paraná, Brasil
Objetos Diretos. Galeria Paulo Fernandes, Rio de Janeiro, Brasil
O Excesso – instalação. Paço das Artes, São Paulo, Brasil
Coletiva. Galeria Millan, São Paulo, Brasil

1995
Arte Brasileira: confrontos e contrastes. Pavilhão Internacional
Octávio Cesário Pereira Júnior, Paraná, Brasil
Cartographies. Fundación La Caixa, Madri, Espanha
24º Panorama de Arte Brasileira. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
O Desenho em São Paulo 1956-1995. Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil

1994
3ª Semana da Arte de Londrina. Museu de Arte de Londrina, Paraná, Brasil
Cartographies. Bronx Museum, Nova York, EUA
Festival de Inverno da UFMG. Minas Gerais, Brasil
1º Arte Cidade: cidade sem janelas. Matadouro Municipal da Vila Mariana, São Paulo, Brasil
Bienal Brasil Século XX. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
Festival da Cidade de Uberlândia. UFU, Minas Gerais, Brasil

1993
3º Festival de Inverno. Paraná, Brasil
Coletiva. Biblioteca Luiz Angel Arango, Bogotá, Colombia
Cartographies. Museo Alejandro Otero, Caracas, Venezuela
2ª A Caminho de Niterói: Coleção João Sattamini. Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil
Cartographies. National Gallery of Canada, Ottawa, Canadá
Cartographies. Winnipeg Art Gallery, Winnipeg, Canadá
A Sedução dos Volumes. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, São Paulo, Brasil
Os Pontos Cardeais da Arte. Casa das Rosas, São Paulo, Brasil
45ª Bienal de Veneza, Itália

1992
2º Festival de Inverno. UFPR, Paraná, Brasil
Galeria de Arte UFF: 10 anos. Galeria de Arte da UFF, Rio de Janeiro, Brasil
1ª A Caminho de Niterói: Coleção João Sattamini. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
Gravidade e Aparência. Mnba, Rio de Janeiro, Brasil
A Sedução dos Volumes: os tridimensionais. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil
Programa Anual de Exposições de Artes Plásticas. Centro Cultural São Paulo, Brasil
Premiados nos Salões de Arte Contemporânea de Campinas. MACC, Campinas, São Paulo, Brasil

1991
48º Salão Paranaense. Museu de Arte Contemporânea de Curitiba, Paraná
Los Angeles International Art Fair. Los Angeles, EUA
22º Panorama de Arte Atual Brasileira. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
Nacional x Internacional na Arte Brasileira. Paço das Artes, São Paulo, Brasil

1990
Desenhos. Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil
2º Festival de Verão da UFES. Espírito Santo, Brasil

1989
1º Festival de Verão da UFES. Espírito Santo, Brasil
10 Escultores. Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil
Pintura Brasil Século XIX e XX: obras do acervo Banco Itaú. Galeria Itaú Cultural, São Paulo, Brasil

1988
20º Festival de Inverno da UFMG. Minas Gerais, Brasil
Exposição dos Protótipos do Concurso: Uma Escultura para o Mar de Angra. Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil
Uma Escultura para o Mar de Angra. Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, Brasil
63/66 Figura e Objeto. Galeria Millan, São Paulo, Brasil

1987
2º Festival de Artes da Cidade de Porto Alegre. Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre, Brasil
19º Festival de Inverno da UFMG. Minas Gerais, Brasil
19ª Bienal Internacional de São Paulo – Em Busca da Essência. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil

1986
1ª Exposição Internacional de Esculturas Efêmeras. Fundação Demócrito Rocha , Fortaleza, Brasil
1º Festival de Artes da Cidade de Porto Alegre, Porto Alegre, Brasil
A Nova Dimensão do Objeto, Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil
Pedra Dura em Água Molha, Tanto Bate, Até que Dura. Museu da Casa Brasileira, São Paulo, Brasil

1985
Uma Luz sobre a Cidade. Galeria de Artes UFF, Rio de Janeiro, Brasil
8º Salão de Artes Plásticas. Funarte, Rio de Janeiro, Brasil
16º Panorama de Arte Atual Brasileira: formas tridimensionais.
Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
Tendências do Livro de Artista no Brasil. Centro Cultural São Paulo, Brasil

1984
Madeira, Matéria de Arte. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
Tradição e Ruptura: síntese de arte e cultura brasileiras. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
Victor Grippo, Hércules Barsotti, Marco do Valle, Eduardo Sued, Carlos Fajardo. Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, Brasil

1983
3 x 4 Grandes Formatos. Galeria do Centro Empresarial, Rio de Janeiro, Brasil

1982
Entre a Mancha e a Figura. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil

1981
16ª Bienal Internacional de São Paulo. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
Artistas Contemporâneos Brasileiros. Escritório de Arte São Paulo, Brasil

1979
O Desenho como Instrumento. Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil
Volta à Figura: a década de 60. Museu Lasar Segall, São Paulo, Brasil

1978
O Objeto na Arte: Brasil anos 60. MAB/Faap, São Paulo, Brasil
39ª Bienal de Veneza, Itália
Papéis & Cia. Paço das Artes, São Paulo, Brasil

1976
Arte no Centro Campestre. Sesc/Pompéia, São Paulo, Brasil

1974
Galeria Luisa Strina: mostra inaugural. Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil
9º Salão de Arte Contemporânea de Campinas – artista convidado. Museu de Arte Contemporânea de Campinas, São Paulo, Brasil

1973
5º Panorama de Arte Atual Brasileira: pinturas. Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil

1972
Luiz Paulo Baravelli, Frederico Nasser, José Resende e Carlos Fajardo. Galeria da Missão Cultural Brasileira, Assunção, Paraguai
1ª Bienal Nacional de São Paulo. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
Arte/Brasil hoje: 50 anos depois. Galeria Collectio, São Paulo, Brasil
Mostra de Arte Sesquicentenário da Independência e Brasil Plástica – 72. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil

1971
Carlos Fajardo, Frederico Nasser, Luiz Paulo Baravelli. Galeria da Missão Cultural Brasileira, Assunção, Paraguai

1970
Baravelli, Fajardo, Nasser e Resende. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
Baravelli, Fajardo, Nasser e Resende. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil

1968
Baravelli, Fajardo, Nasser e Resende. Petite Galerie, Rio de Janeiro, Brasil
Baravelli, Fajardo, Nasser e Resende. Galeria Art-Art, São Paulo, Brasil
Mostra do Grupo Rex. São Paulo, Brasil

1967
1º Jovem Arte Contemporânea. Museu de Arte Contemporânea de São Paulo, Brasil
9ª Bienal Internacional de São Paulo. Fundação Bienal de São Paulo, Brasil

1966
Descoberta da América. Rex Gallery, São Paulo, Brasil
Flash Back. Rex Gallery, São Paulo, Brasil
Galeria Rex: exposição inaugural. Rex Gallery & Sons, São Paulo, Brasil

coleções

Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli – Margs – Porto Alegre, Brasil
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – MAC/USP, Brasil
Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM/SP – Brasil
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – MAM/RJ – Brasil
Fundação Demócrito Rocha, Fortaleza, Brasil
Museu de Arte Contemporânea José Pancetti – Macc – Campinas, Brasil
Pinacoteca do Estado de São Paulo – Pina – São Paulo, Brasil


gmc_aliceshintanicarlos fajardo: cv