alice shintani

alice_bio
1971, São Paulo, Brasil
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil

Alice Shintani desenvolve em seu trabalho exercícios de aproximação com o outro a partir da pintura e de seus desdobramentos. A pesquisa, motivada pelas possibilidades da experiência estética, explora a ideia da “pintura expandida” e se desenvolve em ações que vão desde o preenchimento total do espaço pela cor e pela luz, criando ambientes imersivos, até a proposição de refeições coletivas em que receitas, texturas, sabores, talheres, pratos e bandejas produzem significados e instigam camadas da percepção. Por meio da fricção entre questões formais, conceituais, sociais e mercadológicas, Shintani se debruça sobre as noções de visualidade e visibilidade de maneira a problematizá-las, quando se utiliza, por exemplo, de tons rebaixados de cor e formas abstratas para dar vida à pinturas que abordam narrativas de fantasmas, sombras e camuflagens, originárias da cultura japonesa; ou até mesmo quando infiltra em seus trabalhos elementos das comunidades de imigrantes no Brasil, invisibilizadas em sua maioria. A artista dialoga com a tradição da pintura e da história da arte, situando-as na experiência do presente e do espaço para além do circuito especializado.

Alice Shintani foi incluída na publicação “100 painters of tomorrow”, da editora Thames & Hudson (2014) e contemplada com o prêmio-aquisição no “II Prêmio Itamaraty de Arte Contemporânea” (2013). Participou de diversas exposições individuais e coletivas, destacando-se as seguintes instituições: Museu de Arte Contemporânea da USP, São Paulo, Brasil; Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil; Centrum Sztuki Wspólczesnej, Poznán, Polônia; Centro Cultural São Paulo, Brasil; Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil; Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil; Museu Rodin, Salvador, Brasil; Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil; Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil; Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil. Durante a edição da sp-arte/2017, Alice Shintani foi vencedora do Prêmio de Residência com a instalação “Menas” e passou dois meses na Delfina Foundation, em Londres (Reino Unido).

exposições individuais

2019
Black Stream. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil

2019
Compro Ouro. Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo

2017
Menas. Galeria Marcelo Guarnieri, São Paulo, Brasil

2013
O Cru e o Cozido. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil

2012
Hanafuda. Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil

2011
Bakemono. Casa Triângulo, São Paulo, Brasil

2010
Sinopse. Mercedes Viegas Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil

2009
Éter. Galeria Virgilio, São Paulo, Brasil

2008
Éter. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil
Dominó. Faculdade de Medicina USP-Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil

2007
Quimera. Galeria Virgílio, São Paulo, Brasil
Estações. I Mostra do Programa de Exposições, Centro Cultural São Paulo, Brasil
Aproximações. Temporada de Projetos 2007-2008, Paço das Artes, São Paulo, Brasil

exposições coletivas selecionadas

2018
Sweet Home Residents. Matadero, Madrid, Espanha

2017
Coletiva, Galeria Marcelo Guarnieri, São Paulo, Brasil
Delfina presents: Autumn residents 2017. Delfina Foundation, Londres, Reino Unido
OSSO. Exposição-apelo ao amplo direito de defesa de Rafael Braga. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo
Tuiuiú (Alice Shintani + Coletivo Sem Título s.d.). ABER, Biblioteca Mario de Andrade, São Paulo
Menas. SP-Arte, São Paulo
Tupinabentô. Sarau #3, Casateliê, São Paulo

2016
Olhar InComum: Japão Revisitado. Curadoria Michiko Okano. Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil

2014
65o Salão Paranaense. Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brasil
Painters of Tomorrow. Thames & Hudson / Beers Contemporary Gallery, Londres, Reino Unido
Survival Adaptations. Aggregate Space Gallery, Oakland, EUA
Órbita. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil
Momento Contemporâneo. Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil

2013
UTROPIC, Centrum Sztuki Wspólczesnej. Poznán, Polonia
Novas Aquisições. II Prêmio Itamaraty de Arte Contemporânea. Palácio do Itamaraty, Brasília, Brasil

2012
Acervo. Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirão Preto, Brasil
Artes e Ofícios 1 – Para Todos, Liceu de Artes e Ofícios, São Paulo, Brasil
Coletiva 12. Galeria Mercedes Viegas, Rio de Janeiro, Brasil
Técnicas de Desaparecimento. Guantanamo, Cuba
Além da Forma. Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil
Labirinto Particular. Museu de Arte de Santa Catarina, Florianopolis, Brasil

2011
O Colecionador de Sonhos. Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto, Brasil
Coletiva 11. Galeria Mercedes Viegas, Rio de Janeiro, Brasil

2010
Edições. Casa Triângulo, São Paulo, Brasil
Visumix Satyrianas. Praça Roosevelt, São Paulo, Brasil
Em Obras. Passagem Literária da Consolação, São Paulo, Brasil

2009
63o Salão Paranaense. Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brasil
Rumos Artes Visuais – Trilhas do Desejo. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil
Rumos Artes Visuais – Um Lugar A Partir Daqui. Espaço Cultural ECCO, Brasília, Brasil
Rumos Artes Visuais – Trilhas do Desejo. Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
Nova Arte Nova. Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, Brasil

2008
Estado de Excecao. Paco das Artes, Sao Paulo, Brasil
Nova Arte Nova. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil
BR 2008. Galeria Virgílio, São Paulo, Brasil
Coletiva. Galeria Mercedes Viegas, Rio de Janeiro, Brasil
Abraços na Arte: Brasil-Japão. Museu Rodin, Salvador, Brasil
Happy Hour. Ateliê D-3, São Paulo, Brasil
Arte Brasileira Contemporânea. Galeria Murilo Castro, Belo Horizonte, Brasil
Oriente, Ocidente. Centro Cultural Sao Paulo, SP
33o Salao de Ribeirao Preto Nacional Contemporaneo. Ribeirao Preto, Brasil
12o Salao Paulista de Arte Contemporanea. Casa das Rosas, Sao Paulo, Brasil
Arte Brasil-Japão. MAC-USP, Sao Paulo, Brasil
Salao Unama de Pequenos Formatos, Galeria Graca Landeira, Belem, Brasil
36o Salao de Arte Contemporanea de Santo Andre, Brasil
Traçados Modernos e Contemporaneos, Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirao Preto, Brasil

2007
Conjunção | Conexao, Galeria Marcelo Guarnieri, Ribeirao Preto, Brasil
Olho Sobre Tela. Mapa das Artes | Casa da Xiclet, Sao Paulo, Brasil

2006
9o Salao Nacional Victor Meirelles, Museu da Arte de Santa Catarina, Florianopolis, Brasil
25o Arte Para, Fundacao Romulo Maiorana, Belem, Brasil
VIII Bienal Nacional do Recôncavo, Centro Cultural Dannemann, São Felix, Brasil
10a Bienal Nacional de Santos, Brasil
6o Salao de Arte do Amapa, SESC Amapa, Macapa, Brasil

2005
30o Salao de Arte Contemporanea de Ribeirao Preto, Museu de Arte de Ribeirao Preto, Brasil
37o Salao de Arte Contemporanea de Piracicaba, Brasil
33o Salao Bunkyo de Arte Contemporanea, Associacao Cultural Nipo-Brasileira, São Paulo, Brasil

2004
VII Bienal Nacional do Reconcavo, Centro Cultural Dannemann, São Felix, Brasil
36o Salao de Arte Contemporanea de Piracicaba, Brasil
I Salao Aberto Paralelo à 26a Bienal de São Paulo, Casa das Retortas, São Paulo, Brasil
São Paulo, Uma Viagem de 450 anos, SESC São Paulo, SP
Salão Bunkyo Mostra Comemorativa SP 450 anos, Associação Cultural Nipo-Brasileira, São Paulo, Brasil

2003
III Salão Bunkyo de Pintura Figurativa, Associação Cultural Nipo-Brasileira, São Paulo, Brasil

premiações

2017
Prêmio de residência sp-arte. Delfina Foundation, Londres.

2014
100 Painters of Tomorrow. Thames & Hudson catalogue

2012
Prêmio-aquisição II Concurso Itamaraty de Arte Contemporânea. Ministério das Relações Exteriores, Brasília, Brasil

2009
Finalista Bolsa Iberê Camargo, edição 2009. Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil

2007
Prêmio-aquisição 9o Salão Nacional Victor Meirelles 2006. Museu de Arte de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil

2006
Prêmio-aquisição VIII Bienal Nacional do Recôncavo. Centro Cultural Dannemann, São Félix, Brasil

2004
Prêmio-aquisição 36o Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba. Pinacoteca Municipal Miguel Dutra, Piracicaba, Brasil

2003
Menção-honrosa III Salão Bunkyo de Pintura Figurativa. Associação Cultural Nipo-Brasileira, São Paulo, Brasil

residências, retiros e projetos selecionados

2019
Residência Artística Soy Loco Por Ti Juquery. Complexo Hospitalar do Juquery, Franco da Rocha, São Paulo, Brasil

2018
Programa de Residência Sweet Home, Hablar en Arte / Curators Network, Madrid, Espanha

2017
Delfina Foundation, Londres, Reino Unido

2015
Istambul, Turquia

2014
“Percursos ao Leste”, Cidade Tiradentes, Jardim Romano e Itaquera, São Paulo

2003 a 2007
Festival de Inverno da Serrinha, Bragança Paulista, São Paulo

2002
Frey e Cerro Catedral, Argentina

2001
Gangotri e Dharamsala. India

2000
Cordilheira Real, Bolívia
Tunisia
High Tatras, Eslováquia
Londres e Wales, Grã-Bretanha
Roma, Bergamo e Gênova, Itália

1999
Alpes, França
Barcelona, Espanha
Dolomites, Italia

1997
Aconcágua, Argentina
Alpes, França

publicações

2014
100 Painters Of Tomorrow. Thames & Hudson, Londres, Nova York.

2009
Revista Lugares. Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre.
Rumos Artes Visuais, Trilhas do Desejo. Instituto Itaú Cultural, São Paulo.
Nova Arte Nova. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

2008
GEE Magazine. Berlim, Alemanha.

formação

2014
Intervenções urbanas e arquitetura popular. Rede Como Virar Sua Cidade
Programa Artivismo. SESC Pompéia
Programa Percursos ao Leste. Centro de Formação Cultural SESC

2012
História e linguagem do cinema, com Inácio Araújo
Cinema japonês, com Sérgio Alpendre

2003-2007
Desenho e pintura, com Dudi Maia Rosa
Cursos com Carlos Fajardo, Peter Pal Pelbart, Marcio Selligman-Silva, Leda Catunda, Thierry de Duve e Vladimir Safatle entre outros

1989-1993
Graduação em Engenharia de Computação. UNICAMP / Universidade de Campinas

links
aliceshintani.com


gmc_aliceshintanialice shintani: cv